#Glossário de #termos do #Google #Analytics

Fale a língua do Google Analytics

Começou a usar o Google Analytics agora e não está muito familiarizado com os termos usados no serviço? Confira este glossário

Fale a língua do Google Analytics

T. Al Nakib

Bounce rate – Taxa que indica o porcentual de visitantes que entraram no site, mas não navegaram em outras páginas internas além da que acessou inicialmente. É uma boa medida do perfil dos usuários, se combinada com os dados de quem vem pelo canal RSS ou por links externos.

Clickthrough rate – Termo usado para anúncios. Corresponde à proporção entre os cliques em uma propaganda e o número de vezes que ela foi exibida. Por exemplo, se um anúncio foi mostrado 1 000 vezes e clicado em 100 ocasiões, o clickthrough rate será de 10%.

Conversion – O termo é usado para indicar quando o visitante de um site faz algo desejado pelos criadores das páginas, como comprar um produto ou completar um processo. No Analytics, a ferramenta para medir o número de conversions de um site são os goals.

Filter – Os filtros são formas de separar a audiência com base nas seções do site. Eles são criados dentro de um perfil e normalmente usam como base um subdiretório dentro da URL base do site. Esse recurso também pode ser usado para outros fins, como eliminar tráfego interno dos relatórios (com a indicação dos endereços IP da empresa).

Funnels – São as páginas que levam a um goal. A ideia desses “funis” é detectar clientes e visitantes que começaram uma compra ou processo do site mas não terminaram. A informação é útil para detectar a necessidade de otimização nos processos do site. Os funnels podem ser criados com os Goals, bastando indicar a URL de cada página intermediária no processo.

Goals – Voltados para a criação de promoções ou ao monitoramento de vendas, os goals são contadores independentes, que marcam as visitas a páginas específicas no site. O Analytics traz ferramentas para associar cada visita a um valor, facilitando a análise de resultados financeiros. Os goals também podem contabilizar o tempo gasto no site pelos usuários, assim como o número de páginas internas visitadas.

Profile – Para o Google Analytics, um profile (perfil) corresponde a um site, normalmente definido pelo seu nome de domínio (por exemplo, http://www.meu-site.com.br). Cada profile conta com um número identificador distinto no Analytics, além de contadores de audiência, goals e relatórios separados.

Referral – Nos relatórios do Analytics, o termo referral indica páginas externas que levam visitantes ao site analisado. O dado é interessante para fazer parcerias e visualizar o resultado delas. Também é útil para saber o porcentual de visitantes que vêm de sites de pesquisa, como o próprio Google.

Returning sessions – Esse dado indica o número de usuários distintos que retornaram ao site durante um período de tempo determinado. É uma informação essencial para avaliar a fidelização dos visitantes. Se as returning sessions são muito baixas, isso significa que os visitantes não vêm gostando do conteúdo do site ou, associado aos dados de referral, que eles só aparecem quando outra página indica um link.

Fonte de Pesquisa

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s